Aviso: Se está a ler esta mensagem, provavelmente o browser que utiliza não é compatível com os "standards" recomendados pela W3C.
Sugerimos que actualize o browser para ter uma melhor experiência de utilização.
Mais informações em webstandards.org

 
 
_
ad
 
A FCUP
ALUNOS
ENSINO
INVESTIGAÇÃO
DEPARTAMENTOS
PESSOAS
SERVIÇOS
CONTACTOS
INFOCIÊNCIAS
Calendário Escolar
Calendário de Exames
Prazos de Inscrições
Regulamentos/Informações
Serviços/Recursos
Bolsa de Emprego
PEEC
AEFCUP
SASUP
[‹‹]VOLTAR
Obtenção de um mutante knock-down para a AGP2 pela técnica de RNA de interferência
Tutor/Responsável: SÍLVIA VIEIRA DE ALMEIDA COIMBRA
Instituição: FACULDADE DE CIÊNCIAS DA UNIVERSIDADE DO PORTO (FCUP)
Local: Laboratório 2.60 http://www.fc.up.pt/agplab/
Área: BIOLOGIA MOLECULAR E MORFOLOGIA
Ano Lectivo: 2017/2018
Duração: 6 meses
Data início: 2018-02-03
Data final: 2018-07-31
Vagas: 1
Podem candidatar-se: L :: Biologia (2º Ano) (3º Ano)
PERFIL DE COMPETÊNCIAS
Noções básicas de biologia das plantas, biologia celular e molecular.
PLANO DE ESTÁGIO
A AGP2 pertence a uma grande família de proteínas, as proteínas arabinogalactânicas (AGPs). Resultados de RNA-sequencing revelam que esta proteína tem a sua expressão alterada no mutante histone deacetylase 19 (hda19), sendo potencialmente importante para a reprodução e produção de sementes. Pretende-se com este estágio obter um constructo para silenciamento desta AGP em Arabidopsis thaliana. O(a) aluno(a) terá a oportunidade de se familiarizar com as seguintes técnicas:

- extracção de DNA genómico em plantas;
- utilização de plataformas bioinformáticas disponíveis on-line para análise in silico;
- desenho de primers;
- amplificaçãoo de DNA por Reacção em Cadeia da Polimerase (PCR);
- electroforese de DNA;
- extracção e purificação de DNA de gel de agarose;
- clonagem e produção de vectores de entrada e vectores de destino;
- preparação de DNA plasmídico;
- cultura de bactérias (E. coli e Agrobacterium tumefaciens);
- preparaçãoo de células competentes;
- transformação de células competentes.

O constructo obtido através destas técnicas será utilizado para transformar plantas de Arabidopsis, variedade selvagem. As plantas serão depois selecionadas de acordo com o gene de resistência que utilizarmos (canamicina, BASTA, etc). Pretende-se depois dar continuidade a este trabalho para análise fenotípica das plantas resistentes/transformadas, e verificar se há algum defeito durante a reprodução.
e-LEARNING
AUTENTICAÇÃO
QUICKLINKS
Webmail
Cooperação Internacional
Centro Informática
Biblioteca
Bolsa Emprego
Como chegar à FCUP?
FUNDO ANTIGO
NOTÍCIAS
GALERIA IMAGENS
SAÚDE E BEM-ESTAR
LINHA SOS - UP
AEFCUP
FCUP 2017